• NUPEHP

PESQUISADOR DESCOBRE CEMITÉRIO INDIGENA NO ALTO SERTÃO PARAIBANO

Atualizado: 10 de jun. de 2021


Em escavação autorizada pelo IPHAN e iniciada há dois anos, o historiador e arqueólogo Juvandi Santos realizou uma das mais notáveis descobertas na arqueologia brasileira, ao escavar um cemitério indígena.

No sítio Mocunha, em Serra Grande, nas proximidades de Itaporanga – PB, o pesquisador e sua equipe encontraram, durante escavações, oito urnas funerárias (chamadas igaçabas), com respectivas tampas, utilizadas pelos nativos locais. Do total, seis artefatos encontram-se em variado estado de conservação, estando duas em perfeitas condições, contendo, inclusive, restos mortais humanos. As urnas foram ser removidas para o LABP/UEPB (Laboratório de Arqueologia e Paleontologia, vinculado ao Departamento de História, Campus I), para serem restauradas e analisadas.


As igaçabas são artefatos moldados em barro misturado a outras matérias orgânicas, como areia e palha, no formato de grandes vasilhames com tampas. Eram usadas preferencialmente como recipientes para cozinhar, armazenar água ou fazer bebidas para depositar os corpos dos mortos, sendo depositadas na própria aldeia, marcadas por signos ou sinais identificadores. O sepultamento das urnas existia de forma mais rara, sendo confundido com o soterramento dos terrenos onde foram deixadas.

O professor Juvandi aventa a hipótese de tratar-se de um cemitério Tupi, quebrando o paradigma de territorialização dual dos grupos indígenas no pré contato. Segundo esse modelo, os grupos Tupi, por serem numerosos, dominavam todo o litoral da chamada Costa Potiguar, que se estendia entre o estado do Maranhão chegando até à Bahia, abundante em água e alimentação. Aos índios Tapuia (Cariri e Tarairiú), restavam as terras dos interiores.


A descoberta de vestígios Tupi, no sertão paraibano, inaugura um novo olhar sobre os grupos nativos que habitavam a Paraíba há mais de 500 anos, afirma o pesquisador, que ministra a disciplina Pré-história da Paraíba no curso de pós-graduação em História Local.

2.660 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo